advogado


Ter um advogado é imprescindível, principalmente se você tiver o seu próprio negócio, afinal, esse profissional também age de maneira preventiva.

Ou seja, se você tem a sua empresa, o advogado pode determinar algumas medidas preventivas para evitar eventuais demandas judiciais dos funcionários dessa companhia.

Então, ter um advogado não serve somente para ações judiciais já em andamento, mas também para consultas prévias.

Além disso, é importante ter um advogado de confiança por perto, para os casos em que as ações judiciais estejam em andamento.

Se você deseja contratar um advogado, o primeiro passo é entender o que é preciso para escolher um bom profissional na área.

Claro que entendemos como essa tarefa pode ser difícil, no entanto, não é nada de anormal. Com algumas dicas, você encontra um profissional capacitado.

Diversos fatores devem ser levados em consideração, mas não existe um padrão para essa escolha, você deve seguir com o que acredita ser o mais adequado.


Informações básicas para escolher um bom advogado

Destaque-se, a priori, que não existe o melhor advogado de todos.

Os advogados atuam com as suas estratégias, e por isso, em cada caso vemos um resultado distinto.

A escolha desse advogado dependerá de um fator principal, que é a área de especialização do profissional, e se isso está de acordo com a sua demanda.

No entanto, analisamos outros aspectos que costumam interferir nessa escolha, que é a segurança, o preço e a capacidade técnica.


Segurança

É comum procurar pela ajuda dos advogados apenas quando as situações de emergência acontecem, como algum processo em andamento ou dúvidas polêmicas.

Mas esses momentos delicados precisam do auxílio de alguém da sua confiança, e não alguém contratado no calor do momento.

Além disso, você precisa ter a certeza de que o advogado poderá te ajudar.

Você deve ter um profissional que esteja à sua disposição, por isso, procure por um advogado de forma preventiva.

Alguns fatores contribuem para ter uma segurança melhor no advogado, e são eles:


Transparência do advogado no atendimento ao cliente

Em um bom advogado, encontramos um profissional que explica claramente todas as diligências necessárias no determinado processo.

Então, nesse atendimento, o advogado precisará explicar o caso de uma forma humanizada, sem jargões ou termos técnicos da área jurídica.

Dessa forma, o advogado vai se demonstrar apto a ser ouvinte do cliente, mas também disposto a explicar o que for preciso.


Distinção entre o advogado e o escritório de advocacia

É comum perceber que o cliente escolhe o seu advogado com base no escritório de advocacia em que presta os seus serviços.

Sendo assim, a imagem desse profissional sempre estará atrelada ao escritório em si, o que aumenta a segurança do advogado.

Além disso, escolher o advogado por conta do time de profissional que compõe esse escritório pode ser a opção ideal.

Até porque, caso algo aconteça, você pode contar por outros advogados desse escritório para resolver a sua demanda judicial.

Inclusive, cada advogado tem a sua área de atuação e especialização, então, é possível que outro profissional desse escritório possa resolver o seu processo.


Portfólio e apresentação

Mesmo com a vedação do Código de Ética da OAB a divulgação do escritório de quem é o seu cliente.

Porém, você pode analisar o site do advogado ou do escritório, podendo encontrar a satisfação de outros clientes.

Então, se não encontrar as informações que estava buscando, uma opção é solicitar por e-mail alguma apresentação eletrônica.


Conhecimento da causa

Antes de contratar um advogado, tenha certeza de que ele possui especialização técnica na demanda que você precisa.

No entanto, mesmo que você não tenha esse conhecimento, uma forma de reconhecer isso no advogado é pesquisando superficialmente sobre o tema antes da consulta, e nesse momento, questionar as estratégias possíveis.


Capacidade técnica

Um dos requisitos imprescindíveis para contratar um bom advogado é saber que ele tem a capacidade técnica necessária para o seu processo.

Dessa forma, o profissional deve não ter somente o conhecimento, mas também uma atuação estratégica para o seu êxito.


Produção acadêmica

Uma maneira de analisar se o advogado possui a competência necessária para atuar no seu processo é saber se ele tem alguma produção acadêmica.

Então, qualquer publicação científica ou afim pode servir para isso, e se ele escreve no ramo que você precisa de ajuda, com certeza será de grande valia.

Diversos advogados seguem na carreira científica, e escrevem artigos, capítulos de livro ou seguem na carreira de pesquisadores.

Outros profissionais da advocacia seguem com o magistério, sendo professores, e esses podem ser a sua melhor opção.

Já que eles estariam a todo momento se atualizando sobre o seu ramo, então, com certeza estão pronto para te atender.

E uma pequena parcela desses advogados são colunistas nos jornais, o que contribui também para a difusão do conhecimento jurídico.


Participação em entidades

O mundo jurídico tem muitos locais voltados para o debate de assuntos jurídicos, em que a finalidade é trocar informações e aprimorar o conhecimento técnico.

Dessa forma, em algumas entidades encontramos profissionais advogados que estão se atualizando a todo momento sobre as tendências do universo jurídico.

É interessante conferir se o advogado que você pretende contratar participa de alguma comissão da OAB ou se é membro de Associações de Advogados.

Esse é um sinal de que ele gosta de estar inserido nas novidades de sua área.


Valores dos honorários

Por fim, sabemos que o valor dos honorários conta bastante na hora de escolher um advogado, ou profissional no geral.

Porém, após analisar todos os fatores citados anteriormente, o valor pode ser compreendido, com base no esforço que esse profissional teve ao longo da vida.

Cada advogado tem a sua forma de cobrança, que pode ser por causa isolada, por hora, mensalmente, pagando por ato, por êxito, à vista e muitos outros métodos.

Entretanto, essa é uma informação que você já deve ter desde a consulta, para estar ciente sobre os devidos pagamentos.

Uma opção muito interessante é contratar empresas, ou profissionais, que realizam o serviço de assessoria jurídica, pagando por valores mensais e sem ter que contratar por questões pontuais.

Esse conteúdo foi desenvolvido em parceria com o escritório de advocacia Galvão e Silva. Escritório com diversos advogados experientes que irão te ajudar e auxiliar em diversos assuntos sobre leis.

Leia mais:

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem